CABEÇAS VORAZES

Criado em 2016, o espetáculo "Cabeças Vorazes", é inspirado no mito indígena “A Cabeça Voadora” da etnia indígena brasileira Makurap. 

O espetáculo conta a história de um homem e de uma mulher que todas as noites dormem abraçados na rede. De madrugada, a cabeça da mulher se desprende do corpo e vai comer em outras malocas de aldeias distantes. Antes do amanhecer, a cabeça da mulher volta e cola em seu corpo outra vez. Numa madrugada qualquer, a mãe da  moça encontra o corpo decapitado de sua filha na rede, ao lado do marido. A partir desse momento a vida do casal não é mais a mesma…

“Cabeças Vorazes” é um espetáculo de Teatro em Miniatura, seus bonecos, feitos em madeira, medem em média 20 cm. A encenação é realizada por duas manipuladoras e uma atriz e musicista que narra o conto e executa a trilha sonora ao vivo.  A peça tem duração de 15 minutos e pode ser apresentada em estrutura própria da companhia, um inflável (iglu) ou em teatros bem pequenos para público de até 10 pessoas. Por ser um espetáculo de curta duração, pode ser encenado várias vezes num período de 2 horas.

Ficha Técnica

Direção: Izabela Brochado
Elenco: Amara Hurtado, Jirlene Pascoal, Mariana Baeta
Cenografia: Marcos Penna
Iluminação: Marcelo Augusto
Direção Musical: Lupa Marques
Confecção de Bonecos de Madeira: Guilherme Alvares
Figurino: Nina Maria
Consultoria antropológica: Mônica Nogueira

Para apresentação dentro da estrutura inflável:

Espaço: mín. 5 mt largura X 7 metros cumprimento X 4 de altura

Equipe: 3 atrizes-manipuladoras e 1 técnico/recepcionista

Ponto de luz 220v

Carga: 140kg

Tempo de montagem e desmontagem: 2 horas

Para apresentação em teatro:

Equipe: 3 atrizes-manipuladoras

Espaço: 3mt largura X 4 metros cumprimento

1 ponto de luz 220v

Carga: 30kg

Tempo de montagem e desmontagem: 60 minutos