O Teatro Lambe-Lambe

O Teatro Lambe-Lambe foi criado pelas atrizes-animadoras baianas Denise dos Santos e Ismine Lima no ano de 1989. A partir do desejo de encenar a cena de um parto, usando bonecos, as artistas se depararam com a necessidade de criar um outro espaço, um ambiente onde a cena fosse encenada oferecendo toda a intimidade que era necessária para aquele segredo que seria revelado aqueles que se sentiam inspirados a olhar para dentro de uma pequena caixa teatral.

Dessa inspiração surgiu o Teatro Lambe-Lambe, um novo estilo teatral dentro da linguagem do Teatro de Animação Contemporâneo.

O nome Teatro Lambe-lambe foi dado pelas artistas como uma forma de homenagear fotógrafos de rua, os chamados lambe-lambes e que na época começavam a perder seus lugares nas praças do Brasil devido a chegada das câmeras digitais.

Além disso, a artesania da revelação fotográfica utilizada pelos lambe-lambes se assemelha muito ao trabalho artístico dos lambelambeir@s que com suas mãos habilidosas dão vida a pequenos bonecos e objetos dentro das pequenas casas de espetáculos que ocupam as praças, ruas e eventos das cidades do Brasil e do mundo.

Tecnicamente o Teatro Lambe-Lambe consiste em peças de curta duração apresentadas dentro de uma caixa cênica, também denominadas de casas de espetáculos por seres pequenas estruturas com todo o aparato técnico de um teatro convencional. Dentro desses espaços são encenadas pequenas histórias com a presença de bonecos e/ou objetos animados. Em sua maioria, as peças podem ser assistidas por um único espectador, porém tal formato pode variar de acordo com a proposta de cada grupo ou bonequeir@.

Em geral, a casa de espetáculos tem uma abertura na frente por onde o espectador assiste ao espetáculo e uma abertura atrás ou em cima, ou nas laterais onde para a manipulação e visão de quem está fazendo o espetáculo.

A sonorização do espetáculo pode ser feita com material previamente gravado, que é veiculado através de um aparelho de som com utilização de fones de ouvido, ou ainda @ lambelambeir@ utiliza sua voz ao vivo para dar vida aos pequenos personagens.

Os espetáculos, na grande maioria, são de curta duração e por serem apresentados quase sempre para uma pessoa por vez são apresentados repetidamente.

Manifesto do Teatro Lambe-Lambe

EM BUSCA DA FEIRA DE MANGAIO


O teatro lambe-lambe e a CARAVANA CULTURAL EM BUSCA DA FEIRA DE MANGAIO é uma intervenção feito parafuso na engrenagem do capitalismo, que nem Deus explica, porque, nós, a grande maioria dos brasileiros tem fome de tudo, tem fome de teatro, de musica, de leitura... de tudo que liberta.

A CARAVANA CULTURAL EM BUSCA DA FEIRA DE MANGAIO DESEJA COMO PALCO, AS PRAÇAS, AS RUELAS, BECOS E FEIRAS DOS LUGARES MAIS RECÔNDITOS DESTE PAÍS. É LÁ ONDE VAMOS, É ONDE ESTÃO NOSSOS APLAUSOS.
SOMOS PARTE DA REDE SOCIAL, QUE NESTE MOMENTO CONSTRÓI COLETIVAMENTE UMA LINGUAGEM, CÊNICA, DRAMÁTICA, MIÚDA, PEQUENA, VIGOROSA E QUE SE POSTA COMO PARTE DO MUNDO QUE PRETENDE LIBERTAR, NÓS, POVO BRASILEIRO, VÍTIMA DO HOLOCAUSTO CAPITALISTA QUE MATA, ACORRENTA E DEGENERA O NOSSO POVO, PARA A VIOLÊNCIA. SOMOS O TEATRO LAMBE-LAMBE, UM TEATRO INDEPENDENTE, FEITO A MÃO, NO PEITO E NA RAÇA PARA A RUA, FEIRA E PRAÇAS.

Ismine Lima e Denise Santos. Salvador, Bahia, Brasil.